Escolha uma Página
A partir do dia 09 de junho de 2019 os anúncios considerados abusivos pelo google chrome serão bloqueados em todo o mundo para a felicidade dos usuários. É comum entre os usuários da internet relatos sobre algum tipo de experiência abusiva com anúncios, que podem ser através de uma aba de bate-papo falsa a um direcionamento automático sem a ação do cliente.  

Os anúncios abusivos são um problema real que os usuários da internet enfrentam diariamente. Quantas vezes você ficou extremamente irritado ao clicar em um banner de anúncio por acidente e foi direcionado automaticamente para outro site? É possível que inúmeras vezes né! Fique tranquilo que todos nós já passamos por uma experiência desse tipo. Ciente de todas essas reclamações o Google vem trabalhando no Chrome, a fim de garantir para os usuários experiências positivas ao usarem a busca do site.  

O Google vem ampliando a cada dia a sua maneira de lidar com as práticas ruins de anúncios. Desde o ano de 2017, estuda medidas para tentar impedir as práticas de anúncios abusivos.O ad blocker, nativo do Chrome, nada mais é que um bloqueador de anúncios que abrem sozinhos quando um link é clicado pelo usuário, se sobrepõem ao conteúdo da tela, ocupam mais espaço do que o texto, além dos que reproduzem vídeo com áudio ativado automaticamente.

O ad blocker nativo do Chrome faz parte do lançamento do Chrome 71 que é o navegador web do Google. A característica mais marcante desse lançamento do Google diz respeito, sobretudo, a publicidade enganosa. Com esse novo recurso, se os usuários encontrarem algum tipo de publicidade fraudulenta no site, o Chrome bloqueia todos os anúncios do site proprietário da publicidade.  

No entanto, os proprietários de sites podem ficar tranquilos, pois o Google Chrome irá disponibilizar uma espécie de relatório de experiências abusivas, sendo possível verificar se a página consta no relatório para que, posteriormente, façam a correção ou remoção dos anúncios. Segundo o site Tecnoblog, o google encontrou até então 12 tipos de anúncios abusivos, sendo 04 encontrados nos desktops e 08 nos aplicativos móveis a exemplo do tablet e celular.

 

Anúncios de propagandas abusivas no desktop:

  • anúncios em pop-up;
  • anúncios que cobrem o conteúdo ao
    abrir a página e têm contagem regressiva;
  • anúncios em vídeo com autoplay e som
    ativado;
  • banners grandes e fixos.

 

Anúncios de propagandas abusivas em dispositivos móveis (celulares e tablets):

  • anúncios em pop-up;
  • anúncios que cobrem o conteúdo ao
    abrir a página (com ou sem contagem regressiva);
  • anúncios que cobrem o conteúdo ao
    rolar a página e têm contagem regressiva;
  • anúncios de tela cheia que aparecem
    durante a rolagem;
  • anúncios em vídeo com autoplay e som
    ativado;
  • anúncios com densidade maior que
    30%;
  • anúncios animados que piscam;
  • anúncios grandes e fixos.

 

Como instalar essa nova versão no Chrome 71?

Os usuários do navegador Web do Chrome tem que aguardar que o navegador exiba a atualização disponível. Para maiores informações referente à nova atualização do Chrome vale a pena acessar o site oficial do navegador  https://www.google.com/chrome/.

Os usuários de dispositivos móveis também terão uma atualização do Chrome 71 em seus dispositivos. Basta atualizar suas instalações baixando o Chrome no Google Play para Android e também no App Store da Apple para IOS.

 

Como essa atualização afeta no trabalho dos profissionais de marketing

Para os profissionais de marketing essa mudança é muito importante, pois possibilitará uma ampliação da publicidade de qualidades aos navegadores. Essa medida do Google não privilegia somente os usuários a terem uma melhor experiência de navegação on-line, ajuda também os profissionais de marketing, pois os proprietários de sites tendem a melhorar a publicação de publicidade em suas páginas. Para isso é importante a presença de bons profissionais de marketing auxiliando nesse novo cenário, contribuindo na diminuição dos anúncios abusivos e implementando ações compatíveis com as diretrizes do Chrome, assim como melhorando a experiência dos usuários na Web.